Yahoo Search Búsqueda en la Web

  1. Cerca de 4.130.000.000 resultados de búsqueda

  1. Después de la declaración de la Independencia de Brasil, en 1822, el Palacio se convirtió en la residencia del emperador Pedro I.La renovación y ampliación del Palacio continuó con el arquitecto portugués Manuel da Costa, seguido por el arquitecto francés Pierre-Joseph Pézerat, reconocido como el autor del diseño final del edificio de estilo neoclásico.

  2. A Brasiliana Fotográfica destacou fotografias do Palácio Real de São Cristóvão, que atualmente abriga o Museu Nacional da Universidade do Rio de Janeiro, produzidas por Augusto Malta (1864 – 1957), Augusto Stahl (1828 – 1877), Georges Leuzinger (1813 – 1892), Joaquim Insley Pacheco (c. 1830 – 1912) e Revert Henrique Klumb (c. 1826 – c. 1886) .

  3. 09/04/2015 · Parque da Quinta da Boa Vista (São Cristóvão, Rio de Janeiro, Brazil) Localidade: Parque da Quinta da Boa Vista (Rio de Janeiro, RJ) Título: [Jardins do Palácio Imperial] Autor: Pacheco, Joaquim Insley, 1830-1912. Data: entre 1878 e 1889]

  4. A Brasiliana Fotográfica destacou fotografias do Palácio Real de São Cristóvão, que atualmente abriga o Museu Nacional da Universidade do Rio de Janeiro, produzidas por Augusto Malta (1864 – 1957), Augusto Stahl (1828 – 1877), Georges Leuzinger (1813 – 1892), Joaquim Insley Pacheco (c. 1830 – 1912) e Revert Henrique Klumb (c. 1826 – c. 1886) .

  5. O Paço de São Cristóvão domina, do alto de uma pequena colina, a paisagem de áreas verdes da Quinta da Boa Vista, um importante parque público, espaço de lazer e área de preservação ambiental, que conta ainda com o Jardim Zoológico e o Museu da Fauna.

  6. 28/04/2022 · No Rio, Debret inclui quatro aspectos do Palácio de São Cristóvão, numa análise de sua transformação de simples casa de campo em mansão imperial. Segundo seu depoimento, o Príncipe Regente e sua filha mais velha, Maria Teresa, preferiam aí residir, incumbindo-se um arquiteto inglês de construir novos aposentos destinados ao futuro Rei.

  7. A Unesco anunciou, em 18 de janeiro de 2019, o Rio de Janeiro como a primeira cidade a se tornar capital mundial da arquitetura, título que teria até a realização do Congresso Mundial de Arquitetura, que ocorreria na cidade entre 19 e 23 de julho de 2020, evento adiado, segundo a União Internacional dos Arquitetos, para acontecer entre 18 e 22 de julho de 2021, devido à pandemia do ...